Na Cova do Leão
Tom Leão - Na Cova do Leão

Radiocultfm

Diversidade Cult

Série de lives da União Brasileira de Compositores promove a campanha “Juntos pela Música”

Por Luck Veloso – A União Brasileira de Compositores se uniu ao Spotify para promover a campanha “Juntos Pela Música“, batendo a meta de mais de R$ 1,6 milhão arrecadados, formando o fundo que pretende ajudar mais de mil músicos, que vão receber valores divididos em quatro parcelas.

A campanha é feita através de uma série de lives, que ocorrem nas redes da UBC, ajudando a ampliar o alcance. As transmissões acontecem sempre às 16h no Instagram da UBC, com link ao final do texto. A live do dia 30/06, com Elisa Eisenlohr, Gerente de Comunicação da UBC, teve foco sobre gestão coletiva de direitos musicais pelo mundo, metadados, negociação com grandes clientes, perspectiva africana, entre outros temas.

Bia Ferreira - Igreja Lesbiteriana

Já a live programada para o dia 02/07, quinta-feira, será um papo entre a cantora Paula Lima e uma das mais importantes revelações da música brasileira contemporânea, Bia Ferreira. Ela, que também é atuante no front antirracista, vem ganhando um importante espaço, através do seu álbum de estreia “Igreja Lesbiteriana, Um Chamado“, lançado em 2019. Estourada com a música “Cota Não É Esmola“, a compositora, multi-instrumentista, cantora e ativista se autodefine como artivista.

Juntos Pela Música - Geraldo Vianna e Chico Lobo - UBC

Fechando as programações da semana, a série de lives da UBC recebe o violeiro, cantador e compositor Chico Lobo, que vai bater um papo com o produtor Geraldo Vianna, falando sobre os seus mais de 30 anos dedicados à viola caipira, contando com mais de 20 CDs lançados e ainda, com 2 DVD´s que enaltecem seu belo trabalho com o instrumento tipico do Brasil. Confira, vale muito a pena!

Leia abaixo as informações da proposta:

Sobre o fundo “Juntos Pela Música”

A pandemia do Covid-19 acertou em cheio a indústria da música. A proibição da realização de eventos estancou quase por inteira a fonte de renda de milhares de artistas. A crise afeta também a arrecadação de direitos autorais por execução pública, que terá queda de R﹩ 140 milhões em 3 meses, segundo o Ecad. Diante deste cenário, a União Brasileira de Compositores (UBC) e o Spotify lançam o fundo “Juntos Pela Música”, que remunerará artistas que enfrentam dificuldades financeiras. O fundo nasceu com R﹩ 1 milhão, sendo R﹩ 500 mil da UBC e outros R﹩ 500 mil do Spotify, destinados a milhares de artistas afetados pela quarentena.

Para ampliar o alcance dos benefícios, as entidades abriram a campanha para doações da sociedade civil, através de uma plataforma de crowdfunding: http://www.benfeitoria.com/juntospelamusica.

O movimento faz parte do projeto global “Spotify COVID-19 Music Relief”. A empresa irá igualar as doações arrecadadas via crowdfunding, em parceria com a UBC, para atender os artistas. Neste caso, o Spotify se compromete a equiparar a doação em 1:1. Para cada real doado pela sociedade, a empresa doará o mesmo valor, além do aporte inicial de R﹩ 500 mil, até o limite do seu programa global de ajudas do gênero.

Sobre a UBC

União Brasileira de Compositores – UBC é uma associação sem fins lucrativos, dirigida por autores, que tem como objetivo principal a defesa e a promoção dos interesses dos titulares de direitos autorais de músicas e a distribuição dos rendimentos gerados pela utilização das mesmas, bem como o desenvolvimento cultural.

A UBC foi fundada em 1942 por autores e atua até hoje com dinamismo, excelência em tecnologia da informação e transparência, representando mais de 30 mil associados, entre autores, intérpretes, músicos, editoras e gravadoras. Para mais informações: Elisa Eisenlohr: elisa.eisenlohr@ubc.org.br / Whatsapp: (21) 99746-4047

Serviço Janela UBC

Horário: 16 horas

Transmissão: http://www.instagram.com/ubcmusica/

Convidados:

– 30/06: Elisa Eisenlohr + Glória Braga
– 02/07: Paula Lima + Bia Ferreira
– 03/07: Geraldo Vianna + Chico Lobo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *