publicidade:

Radiocultfm

Diversidade Cult

Rock in Rio 2019 amplia e fica ainda mais plural

Palco Mundo - Rock in Rio - Luck Veloso
Fotos de Luck Veloso

Por Luck Veloso – A edição 2019 do Rock in Rio terminou e é claro, para quem esteve lá presencialmente, fica um gostinho de quero mais. Foram duas semanas intensas de muita musica, puralidade e shows inesquecíveis, dentro dos mais variados estilos, como sempre foi a proposta do festival, desde 1985. E olha que, apesar dos críticos mais ferrenhos, esse ano teve é rock hein! Além de nossos representantes nacionais, a noite do rock contou com Iron Maiden, Scorpions e antes teve ainda WeezerFoo Fighters e o clássico Helloween.

Digão Raimundos - Luck Veloso
Digão – Raimundos / Fotos de Luck Veloso

Além das grandes estrelas internacionais, nossos rockers não fizeram feio. A começar pelos caras do CPM 22 e Raimundos, que apresentaram uma excelente dobradinha no Palco Mundo, mostrando toda a sua irreverência e a qualidade do rock brasuca, com letras que vão do lado irônico da vida aos romances iniciais da adolescência, fazendo o Rock in Rio viajar.

Dinho Ouro Preto - Luck Veloso - Rock in Rio
Dinho Ouro Preto – Capital Inicial / Fotos de Luck Veloso

O Palco Mundo recebeu também a apresentação já clássica do Capital Inicial, com Dinho Ouro Preto à frente da banda, levando seus maiores sucessos e fazendo o público cantar em hits como “Independência”< “Fátima”, “Que País é Esse”, “Natasha” e muitas outras.

Elza Soares: “mulher tem que gemer só de prazer”

Elza Soares - Luck Veloso - Rock in Rio
Elza Soares – Fotos de Luck Veloso

Foram 7 dias de muita música, diversão, conscientização, posicionamento e é claro, muito amor e amizade. Entre os shows mais memoráveis está a apresentação de Elza Soares, que do alto dos seus 90 anos, muito bem vividos segundo a própria, deu o recado, citando que a mulher não pode mais se submeter aos caprichos e vontades dos homens, provocando ainda mais ao finalizar: “Mulher tem que gemer só de prazer”, fazendo uma alusão à violência doméstica, infelizmente tão em voga nos dias atuais.

Dona Onete, a diva do Carimbó Chamegado arrasta a multidão

Dona Onete - Luck Veloso - Rock in Rio
Dona Onete – Fotos de Luck Veloso

Outra artista do mesmo quilate e que fez tão bonito quanto foi Dona Onete, com sua proposta de Carimbó Chamegado, fazendo toda a platéia do Palco Sunset dançar bonito, aos ritmos regionais, belamente representados pela senhorinha mais simpática do Rock in Rio.

Gaby Amarantos - Luck Velos
Gaby Amarantos – Fotos de Luck Veloso

Dona Onete cantou, dançou, provocou a platéia com suas letras com leve toque ácido e sensual e ainda por cima, abriu espaço para artistas do Pará, como a já internacionalmente conhecida Gaby Amarantos e o guitarrista Lucas Estrela. Gaby mostrou disposição e interatividade, cantando hits como Ex Mai Love e ainda, uma versão bem divertida de Psycho Killer, do Talking Heads, segundo ela, autorizada pelo próprio David Byrne.

Ellie Goulding substitui Cardi B com grande estilo

Ellie Goulding - Luck Veloso - Rock in Rio
Ellie Goulding – Fotos de Luck Veloso

Voltando ao Palco Mundo, outra que surpreendeu positivamente foi a britânica Ellie Goulding. Escalada para cobrir o buraco deixado pela cantora Cardi B, muitos ainda torciam o nariz para o show da loira, até ela pisar no palco e mostrar que tem sim, um público igualmente fiel. A ganhadora do Critic Choice Award fez bonito no palco, não somente substituindo Cardi B com classe, mas como também, angariando novos fãs.

IZA - Luck Veloso - Rock in Rio
IZA – Fotos de Luck Veloso

Voltando ao lado brasileiro, uma das principais atrações do Palco Sunset foi a cantora Iza. Ela, que já havia brilhado em 2017 com sua participação durante o show de Cee Lo Green, dessa vez foi escalada para um show solo. Com a repercussão de suas músicas estouradas, como “Pesadão” e “Ginga”, somando ainda o reconhecimento pelo trabalho no The Voice Brasil, o show de Iza foi um dos mais concorridos do espaço, sendo sucesso não somente de público, mas como também entre as dezenas de artistas que lotaram o ´pit´, espaço reservado à imprensa e fotógrafos.

Mano Brown - Luck Veloso - Rock in Rio
Mano Brown – Fotos de Luck Veloso

Destacamos também o diferenciado trabalho apresentado pelo rapper mais reconhecido do Brasil atualmente, Mano Brown, que aterrisou no Rock in Rio se apresentando junto ao seu classudo projeto Boogie Naipe. Apesar da polêmica de ter chegado ao palco fumando (e ainda jogando uma bituca ao público), o que se viu ali foi uma demonstração de música de altíssimo nível, com ritmo e estilo completamente diferente do que tornow Brown famoso, junto aos amigos do Racionais MC´s.

Nile Rodgers transforma Palco Mundo em bailão

Nile Rodgers - Luck Veloso - Rock in Rio
Nile Rodgers – Fotos de Luck Veloso

E se estamos falando em música dançante, o que dizer da apresentação bombástica da maior lenda viva do pop mundial de todos os tempos? É claro que estamos falando de Mr. Nile Rodgers, que também a exemplo do que fizera em 2017, naquela vez no Sunset, veio este ano com um ´upgrade´, fazendo sua apresentação no Palco Mundo ganhar ares de bailão, com chuva de clássicos, indo de “Chic Cheer”, passando pela mundialmente badaladas “Dance, Dance, Dance”, “Everybody Dance”, “I Want Your Love” e muitas outras.

Kimberly Davis - Luck Veloso - Rock in Rio
Kimberly Davis – Fotos de Luck Veloso

Um dos pontos altos do show de Rodgers foram as músicas “Notorious”, cover do Duran Duran, cujo álbum homônimo foi produzido por ele e ainda, “Get Lucky”, que marcou seu retorno às paradas com força total, através da parceria com a dupla de música eletrônica Daft Punk.

Folami Ankoanda - Luck Veloso - Rock in Rio
Folami Ankoanda – Fotos de Luck Veloso

Nile Rodgers ia destilando seus sucessos, sempre muito bem acompanhado por uma ultra competente banda e pelas excelentes backing vocals Kimberly Davis Folami Ankoanda, esta segunda, sendo comparada à rainha Daiana Ross. Que show!

Herbert Vianna - Luck Veloso - Rock in Rio
Herbert Vianna – Fotos de Luck Veloso

Mais um destaque do lado brasileiro do maior espetáculo de entretenimento do planeta, o Rock in Rio, foi Os Paralamas do Sucesso, que invadiram o Palco Mundo com seu toque reggae e suas deliciosas letras românticas, mostrando que Herbert Vianna, Bi Ribeiro e João Barone têm fôlego para muito mais décadas à frente de trabalhos junto à música.

Lulu Santos - Luck Veloso
Lulu Santos – Fotos de Luck Veloso

Outra grande atração que tem muita estrada e história para contar foi Lulu Santos, que emocionou a todos durante sua apresentação no Palco Sunset. Fazendo um apanhado de sua extensa e bela carreira, que começou lá nos anos 1980, Lulu foi só elogios à plateia, afirmando estar muito feliz por fazer parte da edição 2019 do evento.

Priscila Tossan, Lulu Santos e Silva - Luck Veloso - Rock in Rio
Priscila Tossan, Lulu Santos e Silva – Fotos de Luck Veloso

O show de Lulu teve a participação de Silva e de uma das revelações do programa que ele apresenta, o The Voice Brasil, a cantora Priscila Tossan, que ao ser chamada ao palco, veio de forma tímida porém visivelmente emocionada, fazer parte daquele super trio pop que se formara ali, especialmente para a comunhão no Palco Sunset.

Espaço Favela – novidade que veio para ficar

Setor Bronx - Luck Veloso
Setor Bronx – Fotos de Luck Veloso

Espaço Favela foi uma grande novidade na edição 2019 do Rock in Rio. Diversos artistas, escalados nas mais diferentes comunidades, fez dali o seu espaço e sua morada, mostrando seus sons, tanto para amigos quanto para um público curioso, que desejava ver de perto o que é praticado nos locais em que ainda não conheciam, visitando também suas formas de arte. Uma das atrações mais aplaudidas do Espaço Favela foi a banda Setor Bronx.

Karol Conka leva representatividade ao Palco Sunset

Karol Conka - Luck Veloso

Além de todas as apresentações citadas acima, uma das que mais provocaram (boas) reações do público foi a de Karol Conka. Ela também já passara pelo festival em 2017 e para a edição 2019, foi escalada como anfitriã do espaço comandado pelo competente Zé Ricardo, para fazer uma tarde saudando a diversidade e a liberdade de gênero, levantando a bandeira contra o preconceito e a homofobia, no que foi positivamente correspondida em pleno Rock in Rio.

Linn da Quebrada e GLoria Groove - Luck Veloso - Rock in Rio
Linn da Quebrada e Gloria Groove – Fotos de Luck Veloso

A cantora convidou para subir ao palco as também cantoras Linn da Quebrada e Gloria Groove, que a exemplo de Conka, levantam e pregam a bandeira da pluralidade, despejando no publico suas letras ácidas e cheias de duplo sentido, muitas das vezes convocando a plateia a refletir sobre o que é praticado hoje em dia contra os que são diferentes e os que se posicionam. Certamente uma apresentação que marcou história e que vai reverberar muito ainda por aí.

Seal - Luck Veloso
Seal – Fotos de Luck Veloso

O Palco Sunset trouxe ainda para a edição 2019, um dos mais carismáticos cantores de todos os tempos. O londrino Henry Olusegun Adeola Samuel, conhecido mundialmente como Seal, invadiu o espaço, mostrando seu pop cheio de classe, trazendo de volta além de sons de várias épocas da carreira, seus clássicos “Killer”, da época da parceria com o Adamski e é claro, seu megahit “Crazy”, que fechou a tampa. Que venha a edição 2021 , quem viver, verá!

O Rock in RIo Lisboa já anuncia novidades, confira!

One thought on “Rock in Rio 2019 amplia e fica ainda mais plural

  1. Realmente o espaço favela foi o ponto alto do festival, e sem dúvidas a grande revelação foi a banda Setor Bronx, parabéns aos envolvidos, ótima iniciativa ✊🏾

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topo