publicidade:

Radiocultfm

Diversidade Cult

Robert Freeman, o fotógrafo de uma revolução

The Beatles - Robert Freeman
The Beatles – Robert Freeman

Por Cleber Junior – “O caro Robert Freeman faleceu. Ele foi um dos nossos fotógrafos favoritos durante os anos dos Beatles, que criou algumas de nossas capas de álbuns mais icônicas. Além de ser um grande profissional, ele era imaginativo e um verdadeiro pensador original. As pessoas costumam pensar que a foto de capa do Meet The Beatles em nossas frentes em meia sombra era uma foto de estúdio cuidadosamente arranjada. De fato, Robert o levou rapidamente ao corredor de um hotel em que estávamos hospedados, onde a luz natural vinha das janelas no final do corredor. Acho que não demorou mais de meia hora para alcançá-lo.

A Hard Day´s Night
A Hard Day´s Night

Bob também fez capa da Rubber SoulSua prática usual era usar um projetor de slides e projetar as fotos que ele havia tirado em um pedaço de papelão branco do tamanho exato do álbum, o que nos deu uma ideia precisa de como seria o produto final. Durante sua sessão de visualização, o cartão que estava sobre uma pequena mesa caiu para trás, dando à fotografia uma aparência “esticada”. Em vez de simplesmente colocar o cartão de volta na posição vertical, ficamos empolgados com a ideia dessa nova versão de sua fotografia. Ele nos garantiu que era possível imprimi-lo dessa maneira e porque o álbum foi intitulado Rubber Soul , sentimos que a imagem se encaixava perfeitamente”.

Esse foi o texto da carta que Paul McCartney escreveu para Robert Freeman e postou em suas redes sociais, para homenagear o fotógrafo e design britânico que faleceu no dia 7 de novembro. Ele trabalhou com os Beatles entre 1963 e 1966, foi autor das fotos das capas dos álbuns Meet The BeatlesA Hard Days Night, Beatles For Sale, além do citado Rubber Soul.

Freeman trabalhou com o grupo pela gravadora Parlophone no Reino Unido, projetou as sequências de crédito final para seus dois primeiros filmes e alguns dos gráficos e fotografias exibidos nos pôsteres e materiais promocionais dos filmes Help A Hard Days Night. Antes já havia ganhado destaque como jornalista fotográfico trabalhando no jornal britânico The Sunday Times. 

Fotografar em preto e branco vários músicos de jazz, incluindo John Coltrane, impressionou Brian Epstein e os Beatles e foi esse trabalho que o levou a fotografar o grupo pela primeira vez em agosto de 1963. 

Foram dele também todas as fotos do primeiro Calendário Pirelli.

One thought on “Robert Freeman, o fotógrafo de uma revolução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topo