New Dance Order apresenta websérie e três grandes nomes nacionais

New Dance Order apresenta websérie e três grandes nomes nacionais

Like
98
0
quarta-feira, 04 setembro 2019
Culturall
Luis Justo – CEO do Rock in Rio – Luck Veloso

Por Luck Veloso – Um dos espaços mais disputados do festival, o ´palco eletrônico´, como costumava ser chamado, veio se modernizando ao longo dos anos, desde que foi lançado, na edição do ano 2001. Naqueles tempos a estrutura ainda era um tanto quanto mambembe, sendo chamada de Tenda Electro, embora o espaço já fosse importante por ser totalmente dedicado à música eletrônica dentro de um festival que já nasceu pop.

Os DJs Liu, Bhaskar e Barja no Rock in Rio Sessions – Luck Veloso

Passadas quase duas décadas, o templo eletrônico ganhou finalmente o seu merecido destaque, tornando-se tão pop quanto todo o evento em si, batizado New Dance Order. Grandes nomes foram sendo escalados e numa tarde chuvosa no Rio, em 4 de setembro, faltando apenas pouco mais de duas semanas para o começo do festival, foram apresentadas três atrações da nova geração de DJs brasileiros, Bhaskar, Liu e Barja.

Cláudio da Rocha Miranda – diretor do New Dance Order – Luck Veloso

O trio recebeu diversos veículos e gente do meio no espaço intimista chamado Rock in Rio Sessions, que vem apresentando aos poucos gente interessante que fará parte do line up. O CEO do festival, Luis Justo, pilotou o encontro, junto a Cláudio da Rocha Miranda, diretor do New Dance Order, em um breve e divertido bate papo, antes de um mini set para esquentar a tarde. Justo está à frente do Rock in Rio há seis anos e promete inovar sempre o evento a cada edição, contando especialmente no espaço com a competência de Miranda, que é co-fundador da Rio Music Conference , além de ter grandes feitos no meio da música eletrônica, como o Chemical Music e é claro, da casa noturna 00, na Gávea.

Bashkar: Música eletrônica na veia desde o berço

DJ Bhaskar – foto de Luck Veloso

O DJ goiano Bashkar, cujo nome hindu foi indicação de um guru indiano chamado Osho, falou sobre a emoção de tocar pela primeira vez em um festival da magnitude do Rock in Rio. Para ele é a realização de um sonho e poder mostrar ao público suas músicas e técnicas é o que mais deseja. O DJ, que é irmão de Alok, cujo nome também é o mesmo no RG por indicação do mesmo guru, cresceu em meio às produções de música eletrônica. Seus pais, os também DJs Ekanta e Swarup foram os criadores do festival Universo Paralello, na Bahia, e as batidas sintéticas fazem parte da vida do cara desde o berço, literalmente.

DJ Liu: A emoção de tocar no maior evento do mundo aos 22 anos de idade

DJ Liu – foto de Luck Veloso

Outro DJ que se mostrou bem emocionado com o debut no Rock in Rio foi o Liu. Nascido Christian Liu de Almeida, o garoto de 22 anos vem ganhando merecido destaque na cena eletrônica local, tendo começado a produzir seus primeiros sons ainda aos 11 anos de idade, segundo ele. Formando uma novíssima geração que já vem com chips e beats desde os primeiros momentos de vida, Liu disse que tem horas que ainda não acredita que tocará no maior festival do planeta. Acredite. E a pista estará lotada!

DJ Barja: Reconhecida pelos vocais poderosos, ganha ainda mais destaque nas pistas

DJ Barja – foto de Luck Veloso

Completando o time apresentado na coletiva, estava a cantora e agora também DJ Barja. Conhecida por ter um vocal poderoso frente a diversas produções, principalmente com o DJ Gabe, Thais Barja confessou: “Não queria ser DJ. Minha vibe sempre foi cantar, mas fui lidando com vários amigos DJs e produtores que sempre me incentivaram a tocar. Aprendi em dois dias e agora sigo me renovando a cada dia. Minha mãe esteve presente ao Rock in Rio em 1985 e quando falei pra ela que tocaria nessa edição ela ficou muito emocionada” afirmou. A DJ afirmou ainda que está muito feliz por ver que as mulheres vêm ganhando cada vez mais espaço, incluindo no universo da música eletrônica.

Bhaskar, Liu e Barja animando a galera no Rock in Rio Sessions – Luck Veloso

E ainda: New Dance Order lança webserie futurista

A produção do evento aproveitou também para lançar a nova websérie do New Dance Order. Como o espaço eletrônico do festival foi todo reformulado, contando com novo palco muito mais trabalhado e cenográfico e com uma megaestrutura com shows de laser, performances e pirotecnia, a websérie tem como proposta fazer essa transição e colocar o espaço no contexto junto à história que será contada no novo espaço. A série se passa no ano de 2085, exatos 100 anos após a primeira edição do Rock in Rio, propondo reflexões sobre passado, presente e futuro. Quem estiver na pista, viverá a experiência. Nos vemos lá!

Hits: 31

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *