Apoio:
Anúncio

Radiocultfm

Diversidade Cult

Lupa – festival de videoclipes está com inscrições abertas até 31 de maio

Equipe Radiocultfm – O Edital Criação e Formação Diversidade das Culturas, realizado com recuros da Lei Aldir Blanc possibilitou a criação de um novo festiva. O Lupa – festival de videoclipes está com inscrições abertas e tem como principal objetivo, oferecer visibilidade à produção de videoclipes realizados a partir de 2019 no Estado do Rio Grande do Sul.

O projeto é pilotado pela OSC Sempre-Viva , da cidade de Santa Roa e tem coordenação geral e produção executiva a Gaia Produção Cultural, produtora que venceu o Edital de Criação e Formação – Diversidade das Culturas da Lei Aldir Blanc no estado do RS.

É possível enviar videoclipes até o dia 31 de maio. O material precisa ter sido produzido por pessoas físicas ou jurídicas, realizadores e produtoras audiovisuais, videomakers, músicos e bandas, sem limite de duração. O festival oferece prêmios entre R$ 1.500,00 e R$ 4.000,00. Os cinco primeiros lugares serão escolhidos pelo juri do festival e terá ainda, um prêmio para o vídeo vencedor escolhido pelo público, que poderá participar através do site do festival em  www.lupafestival.com.br

A curadoria, formada por Fernando Keiber, Lanza Xavier, Henrique de Freitas Lima e Alexandre Mattos, selecionará os 30 vídeos que integrarão a final e estarão disponíveis para votação a partir de 09 de junho. A mostra virtual dos vídeos selecionados bem como o evento de premiação se dará no dia 15 de julho, através do canal do YouTube do projeto.

Dúvidas podem ser encaminhadas pelo e-mail oscsempreviva@gmail.com ou pelos telefones (51) 996158335 e (55) 984073617. Para acompanhar as novidades do Lupa Festival, acesse: www.lupafestival.com.br | instagram.com/lupafestival | https://www.facebook.com/lupafestival

Lupa – festival de clipes

Inscrições gratuitas de 24 de abril a 31 de maio pelo site www.lupafestival.com.br

Divulgação classificados 07/06
Abertura Votação Popular online 09/06
Evento de Premiação 15/07

Prêmios:

1º Lugar – R$ 4.000,00
2º Lugar – R$ 3.000,00
3º Lugar – R$ 2.500,00
4º Lugar – R$ 2.000,00
5º Lugar – R$ 1.500,00
Júri Popular – R$ 1.500,00

Curadores

Alexandre Mattos
Foto: Selfie

ALEXANDRE MATTOS é natural de Pelotas, é produtor cultural e realizador audiovisual Membro-fundador da produtora Moviola Filmes, tendo produzido vários filmes e documentários. Atualmente, participa do Laboratório de Narrativas Negras para Audiovisual da FLUP em parceria com a Rede Globo, onde foi selecionado para desenvolvimento de argumento da série “Sal e Sangue”, também foi selecionado para participar do curso EAD Projeções –Linguagem e Processos Criativos no Cinema Brasileiro Contemporâneo do Itaú Cultural. Durante doze anos integrou a Banda Auto Retrato, participando shows, festivais, gravando videoclipes e compondo.

Foto de Pamela Prestes Keiber

FERNANDO KEIBER é produtor cultural, professor e músico. É formado em música pela Universidade Federal de Pelotas (UFPEL – 1992); Leitura e Transposição e Harmonia e Improvisação no Conservatório de Música de Pelotas. Atuou como coordenador do Setor de Tomada de Contas da Lei de Incentivo à Cultura – SEDAC/RS (2005 a 2009). Atualmente é conselheiro fiscal da Associação dos Produtores Culturais do Estado do Rio Grande do Sul – APCERGS, proprietário da Gaia Cultura & Arte, empresa especializada em planejamento e gestão de projetos culturais, coordenador do Musicanto, presidente do Conselho Municipal de Política Cultural de Santa Rosa, gestão 2020/2022,presidente da Comissão Municipal e Incentivo à Cultura – CMIC de Santa Rosa/RS e gestor administrativo e financeiro da Organização da Sociedade Civil Sempre-Viva.

13.08.2009 – Gramado/RS – 37 Festival de Cinema de Gramado – Premiação Curtas Gaúchos – Melhor Música – Sérgio Rojas, por “Jogo do Osso” – Foto Edison Vara/PressPhoto

HENRIQUE DE FREITAS LIMA  é diretor, roteirista, Produtor de Cinema e Televisão e Consultor e Advogado especializado em Cultura, Esportes e Terceiro Setor, nascido em Sobradinho, RS, em 27/10/1959. Dirigiu os longas metragens TEMPO SEM GLÓRIA (1984), LUA DE OUTUBRO (1997), CONCERTO CAMPESTRE (2003), DANUBIO (2010), CONTOS GAUCHESCOS (2012) e ZORAVIA (2018), os curtas em 35 mm A HORA DA VERDADE (1988) e O MACACO E O CANDIDATO (1990), e a Série de Televisão PORTEIRA ABERTA (2004), entre outros. Foi Membro Fundador e 1o Presidente da Associação Profissional dos Técnicos Cinematográficos do RGS – APTC/RS, Conselheiro do Conselho Nacional de Cinema – CONCINE (1986/1989) e Membro Fundador e 1o Presidente da Associação dos Produtores Culturais do RGS – APCERGS. Sócio Proprietário e Diretor da Cinematográfica Pampeana, fundada em 1995. É advogado e Sócio Gerente da Freitas Lima Consultores Associados S/C, fundada em 2007 e participa de Conselhos da Academia Brasileira de Artes Audiovisuais e API Associação das Produtoras Independentes do Audiovisual Brasileiro.

Foto de Paula Lima

LANZA XAVIER possui graduação em Comunicação Social pela Universidade Católica de Pelotas (2003) e mestrado em Comunicação Social pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (2006). Atualmente é professora adjunta da Universidade Federal de Pelotas nos cursos de Cinema de Animação e Cinema e Audiovisual. Tem experiência na área de Comunicação, com ênfase em Cinema, atuando principalmente nos seguintes temas: produção e autoria cinematográfica, cinema gaúcho, políticas públicas para o audiovisual e acompanhamento de egressos. Responsável pelas disciplinas de Introdução à Linguagem Audiovisual, Direção de Produção, Produção Executiva e Projeto em Audiovisual I e II. Integra a equipe da Diretoria do FORCINE, Gestão 2021-2022. Doutoranda em Educação pela UFPEL. Mãe do Theo (9 anos) e da Nalu (5 anos).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *