Apoio:
Anúncio

Radiocultfm

Diversidade Cult

Brujeria leva sua missa negra ao Circo

Brujeria – Marcelo Pereira (Portal Rock Press)

Por André Cult (fotos: Marcelo Pereira – Portal RockPress)É estranho pensar que o Brujeria nunca havia tocado no Circo Voador, mas esse jejum foi quebrado em grande estilo na noite do dia 25 de agosto. A banda veio em uma formação mais “humilde”, sem aquela história de supergrupo, mas com uma boa formação. Juan Brujo, único original, comandou a missa negra ao lado dos outros vocalistas, El Sangrón e Pinche Peach (sem máscara). E um spoiler: dia 15 de setembro sai disco novo!

A primeira parte do show foi dedicada ao álbum que completa 30 anos, “Matando Güeros”, mas com uma plateia morna e cansada do devastador show feito pelo Ratos de Porão minutos antes. O que não quer dizer que estava ruim, apenas que muitos não conheciam as faixas, o que é uma pena. E falando em Ratos, o próprio Gordo, que assistia do backstage, não aguentou e, mesmo com uma sacola na mão, deu uma rápida canja em “Hechando Chingasos”.

No segundo set, aí sim a galera acorda com a sequência matadora de clássicos, incluindo a faixa título do álbum, que foi deixada para o final. Um desses foi o hino “La Migra”, que marcou uma geração que passava a tarde vendo MTV e se deparava com João Gordo jogando frutas de plástico em clipes pop da época. Outras que valem destacar são “Revolución”, com os pulinhos e dancinhas dos integrantes, e “Consejos Narcos”, com participação do povo cantando e até passando um baseado para Peach. Por último, não podia faltar “Marijuana”, divertida e pesada versão de “Macarena”, com o palco lotado de fãs fazendo a coreografia.

João Gordo, do Ratos de Porão – foto: Marcelo Pereira (Portal Rock Press)

Como foi dito, o Ratos de Porão incendiou a lona antes com um show repleto de “crássicos” e faixas do mais recente álbum, “Necropolítica”. João Gordo, aparentemente bem melhor de saúde, conduziu muito bem o caos do início ao fim e ainda teve que aturar um mala bêbado de regata que insistia em subir e ficar no palco. É sempre bom lembrar que a brincadeira faz parte, mas se ficar muito tempo, vai ser empurrado sem dó. “Alerta Antifascista”, “Beber até morrer”, “AIDS, Pop, Repressão”, entre outras porradas garantiram a diversão. Interessante ver que vários dos presentes estavam ali vendo RDP pela primeira vez e ainda foram zoados, sendo chamados de “cabaço” por Gordo.

marcelo pereira - portal rockpress
Angelo Arede da Gangrena Gasosa – Marcelo Pereira (Portal Rock Press)

Já a Gangrena Gasosa, também fez bem seu trabalho, sem trocadilhos. A maior (e única) banda de Saravá Metal do mundo aproveitou seu pouco tempo para executar pérolas do underground carioca com direito a Lado A Lado B, porque “wall of death é o caralho”, como bem disse o Zé Pilintra, Angelo Arede! Teve “Surf Iemanjá”, “Eu não entendi Matrix”, “O Saci”, a novidade “Devorador é o diabo”, em parceria com o Jovem Nerd, e um dos singles mais novos, “Headboomer”, que critica o famoso headbanger conservador. Aliás, não faltaram xingamentos ao ídolo político dessas pessoas no evento, só pra lembrar.

Abrindo a noite, a banda Velho representou a Baixada Fluminense com seu black metal (corpse paint no calor carioca é só para os fortes!) e agradou o povo que chegava aos poucos. Ao final da apresentação, muita gente já estava lá na frente curtindo e batendo cabeça.

Velho – Marcelo Pereira (Portal Rock Press)

O Kool Metal Fest chegou aos 20 anos com um line up digno de um Palco Sunset de Rock in Rio e o Circo Voador foi o lugar certo para a festa. A cidade que, muitos produtores de rock já largaram de mão, respira ao encher a lona em uma noite chuvosa. Quem não foi, perdeu.

Set list Brujeria

01- Leyes Narcos
02- Sacrificio
03- Santa Lucía
04- Seis Seis Seis
05- Cruza la Frontera
06- Greñudos Locos
07- Chingo de Mecos
08- Narcos-satánicos
09- Desperado
10- Culeros
11- Misas Negras
12- Chinga tu Madre
13- Verga del Brujo
Bis
14- La Migra
15- Colas de Rata
16- Hechando Chingasos
17- La Ley del Plomo
18- Marcha de Odio
19- Revolución
20- Consejos Narcos
21- Brujerizmo
22- Matando Güeros
23- Marijuana

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *