Roger Waters no Brasil, confira todas as datas e a polêmica do show

Roger Waters no Brasil, confira todas as datas e a polêmica do show

1
124
0
quarta-feira, 10 outubro 2018
Culturall

Por Luck VelosoRoger Waters retornou ao Brasil para uma série de shows e já iniciou criando uma enorme polêmica, ao exibir a famosa hashtag “elenao”, em sua aparição no Allianz Parque, em São Paulo. Com apresentações agendadas para Brasília, Salvador, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, Curitiba e Porto Alegre (datas ao final do texto), o músico tem o espetáculo formado com cerca de 80% de composições do Pink Floyd, seu grupo de origem.

Conhecido por sua posição contra diversos políticos ao redor do mundo, Waters recebeu vaias e aplausos em sua aparição na quarta-feira (09/10) em São Paulo. Ao citar uma resistência ao neofascismo, citando o nome do candidato à Presidência da República, Jair Bolsonaro, o público presente, cerca de 45 mil pessoas, aplaudiram e vaiaram ao mesmo tempo e muitos pediram, inclusive, o valor do ingresso de volta, gritando ´Fora PT´.

A reação nas redes foi de igual divisão, ainda que nem sempre, com posições contra ou a favor de possíveis candidatos. Entre nossos amigos, colaboradores e leitores, destacamos duas opiniões. A primeira, de João Baroni, empresário paulistano radicado no Rio e que já cuidou da carreira de várias bandas de São Paulo, diz assim:

Bom, vou colocar minha humilde opinião sobre esse acontecimento! Já fui empresario de bandas em SP e participei de grandes eventos! Sempre cobrei das bandas o respeito ao fã e ao publico! Banda sem fã ou sem publico passa fome! Não é segredo que estamos passando por uma das maiores recessões pais já teve, você pagar R$ 700,00 de ingresso para uma banda que está cagando para o Brasil ficar emitindo sua opinião politica! Qual conhecimento do Roger Waters sobre a realidade brasileira? A manifestação da banda foi irresponsável! Do jeito que os ânimos estão exaltados, poderia ter dado uma merda gigantesca! Pancadaria geral! Eu acho uma puta falta de respeito com o fã que pagou ingresso e se sentiu constrangido com o ocorrido! Gostaria de deixar claro que agora no segundo turno vou pagar a multa do TRE! Minha opinião é apenas sobre o desrespeito da banda com os fãs!

Nem Queiroz, fotógrafo, poeta e vocalista da banda Real Sociedade, expôs o seguinte:

Tenho banda e tô passando por problema semelhante. Até onde a banda deve se omitir do que pensa e defende em troca de angariar público e renda!? Na minha humilde opinião, em ponto algum! Não seria muito pior se passasse incólume, querendo dizer o que pensa!? Não seria cheirar a hipocrisia da banda!? Acho que tanto eu qto o público, principalmente de Rock, quer o verdadeiro, Não o poser! E sobre ele desconhecer nossas causas, acho que ele sabe bem, a nível mundial, o que pode significar a tomada de poder pela a extrema direita e pelo fascismo. O cara viveu isso! Pai e avô mortos em guerras! Como o cara não entende!? Agora, esses que pediram o dinheiro de volta, provavelmente são aqueles mauricinhos que vão a shows de grande porte, pq podem , pra tirar onda e não sabem nada da história da banda!
Acho que os artistas têm sim que tomar partido, é até de certa forma, uma função!
Ser artista em função de prestígio, grana , riqueza e público não é ser artista de verdade!
Estou quase saindo da minha banda de mais de 20 anos de estrada por isso! Sou voto vencido!

Cleber Jr, fotógrafo, colocou, em resposta a João Baroni:

Respeito sua opinião como empresário, mas, avalie o seguinte.O cara que você contratou passa a vida falando disso. Perdeu o pai na guerra e sofreu o cão com isso. The Wall é auto biográfico, você viu ao vivo e aplaudiu pra caramba. Tenho certeza que se sensibilizou pela história.

A maior parte da carreira dele foi baseada em críticas sociais, políticas, anti violência, anti facista e contra o preconceito.Seu último disco pergunta “Is This The life we really want?” e no lançamento do disco ele postou no Twitter essa frase com a cara do Temer! Ele não se refere só nossa besta, há varias outras no mundo inteiro citadas. A vaia deve realmente tê-ló surpreendido, pois, é inconcebível a massa apoiar tais ideias. Ele não ia ficar calado. Era um risco? Então não contratava. Não dá para querer que ele seja diferente do que sempre pensou.

E você, o que acha do posicionamento do músico? Entre prós e contras, o certo é que o espetáculo de Roger Waters vem sendo aclamado como um dos maiores (e melhores) do planeta, então vista-se de espírito pacífico e não perca as próximas datas do cara em solo brasileiro:

Datas dos shows de Roger Waters no Brasil:

São Paulo

  • Quando: Quarta-feira (10)
  • Onde: Allianz Parque – Av. Francisco Matarazzo, 1705 – Água Branca
  • Ingressos: R$ 165 a R$ 810

Brasília

  • Quando: Sábado (13)
  • Onde: Estádio Mané Garrincha – SRPN – Asa Norte
  • Ingressos: R$ 120 a R$ 720

Salvador

  • Quando: Quarta-feira (17)
  • Onde: Arena Fonte Nova – Ladeira da Fonte das Pedras, s/n – Nazaré
  • Ingressos: R$ 90 a R$ 710

Belo Horizonte

  • Quando: Domingo (21)
  • Onde: Estádio do Mineirão – Av. Antônio Abrahão Caran, 1001 – São José
  • Ingressos: R$ 150 a R$ 720

Rio

  • Quando: Quarta-feira (24)
  • Onde: Estádio do Maracanã – Av. Pres. Castelo Branco, Portão 3 – Maracanã
  • Ingressos: R$ 110 a R$ 720

Curitiba

  • Quando: Sábado (27)
  • Onde: Estádio Couto Pereira – R. Ubaldino do Amaral, 37 – Alto da Glória
  • Ingressos: R$ 110 a R$ 720

Porto Alegre

  • Quando: Terca (30)
  • Onde: Estádio Beira-Rio – Av. Padre Cacique, 891 – Praia de Belas
  • Ingressos: R$ 110 a R$ 720

Hits: 152

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *