Poëtka ao vivo no Calabouço Rio

Poëtka ao vivo no Calabouço Rio

3
155
0
domingo, 13 agosto 2017
Culturall
Por Nem Queiroz – Nunca me diverti tanto num show! E não digo de ficar pulando, cantando junto, nada disso! Estava tranquilão lá no meu canto, prestando atenção nos detalhes e me surpreendendo a cada canção! Foi um regozijo imenso, uma surpresa agradabillíssima, desde as variações poéticas da guitarra de Will Seven ao baixo marcante e sublime de Sergio Zanne. A banda Poetka, do sempre amável amigo Armando Louder, não decepciona. Na melhor da onda pós-punk, com letras autorais e em português, a voz suave e firme de Louder faz vc respirar e pensar: Opa! Uma banda diferente! Gostosa de ouvir. Magistral, eu diria! Basta dizer que as escolhas ‘covers’ de um set list impecável trazia releituras de bandas que não se ouve todo dia como Kafka, Varsóvia e The Cure! Um trio da pesada! Pena a casa (Calabouço -Tijuca) não estava lá muito cheia, aliás, numa quinta feira escondida entre tanta violência que a cidade hoje proporciona, estar ali foi um privilégio! Decerto foi. Mas…Vai saber! Bem! Estejam então avisados! Poetka, pra quem curte a onda pós-punk de Joy Division/New Order a Sister of Mercy, não vai se arrepender! É tiro certo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *