Centro do Rio recebe mostra de cinema argentino

Centro do Rio recebe mostra de cinema argentino

Like
262
0
sexta-feira, 07 dezembro 2018
Culturall

Por André Cult Acontece de 11 a 23 de dezembro (terça a domingo), no Rio de Janeiro, a mostra “O Cinema argentino conta suas histórias mínimas”, que exibirá 17 filmes em formato digital da nova leva do premiado cinema produzido no país vizinho. O evento conta com o patrocínio da Caixa Econômica Federal e do Governo Federal. Na programação constam, entre outros, trabalhos como “O pântano” (2001), de Lucrecia Martel, “Mundo grua” (1999), de Pablo Trapero, “Pizza, cerveja e baseado” (1998), de Bruno Stagnaro, Adrián Caetano, e “Rapado” (1992), de Martín Rejtman. Os ingressos custam a partir de R$ 3.

Sob a curadoria de Thiago Ortman e produção de Lúdica Produções, a mostra retrata o cinema argentino contemporâneo – histórias em pequenos relatos que apresentam personagens ordinários em seus afazeres, e situações que rompem suas rotinas. Neste recorde está o movimento “Nuevo Cine Argentino”, que começou nos anos 90 e garantiu um boom de cursos de cinema naquele país, garantindo assim uma geração de grandes cineastas dos anos 2000, como Lucrecia Martel, Pablo Trapero, Ana Poliak, Martin Rejtman, Raúl Perrone, Carlos Sorín, Mariano Llinás, entre outros.

A ideia da mostra é apresentar ao público carioca obras importantes para se compreender o cinema de um país latino que conquista diversos prêmios em festivais, incluindo indicações ao Oscar de filme estrangeiro. A maioria das obras presentes na programação foram produzidas por estudantes de audiovisual, em um modelo cooperativo, que contribuíram para a revitalização do cinema argentino. Confira abaixo a programação completa, que inclui masterclasses e debates:

 

Programação “O Cinema argentino conta suas histórias mínimas”:

 

11 de dezembro (terça-feira)

15h – Ana e os Outros (2006), de Celina Murga, Argentina, 80 min., digital, 12 anos

17h – Viva os Crotos! (1995), de Ana Poliak, Argentina, Espanha, Reino Unido, Cuba, 75 min., digital, 14 anos

19h – Mundo Grua (1999), de Pablo Trapero, Argentina, 89 min., digital, Livre

12 de dezembro (quarta-feira)

15h15 – Picado Fino (1999), de Esteban Sapir, Argentina, 77 min., digital, 14 anos

17h – Masterclass Cineastas, performers e efeito de realidade no Nuevo Cine Argentino, com a presença do historiador e diretor de cinema e teatro Flávio Kactuz

19h – Histórias Mínimas (2002), de Carlos Sorín, Argentina, Espanha, 87 min., digital, Livre

13 de dezembro (quinta-feira)

16h – La Salada (2014), de Juan Martín Hsu, Argentina, 91 min., digital, 14 anos

17h45 – Lábios de Churrasco (1994), de Raúl Perrone, Argentina, 62 min., digital, 14 anos

19h – Pizza, Cerveja e Baseado (1998), de Bruno Stagnaro e Adrián Caetano, Argentina 78 min., digital, 16 anos

14 de dezembro (sexta-feira)

15h – Bolívia (2001), de Adrián Caetano, Argentina, Holanda, 72 min., digital, 14 anos

17h – Masterclass Argentina e cinema: uma contemporaneidade obtusa, com a presença do pesquisador e coordenador-chefe de restauração na cinemateca do MAM-RJ Hernani Heffner

19h – Rapado (1992), de Martín Rejtman, Argentina, Holanda, 75 min., digital, 12 anos

15 de dezembro (sábado)

15h30 – Sábado (2001), de Juan Villegas, Argentina, 72 min., digital, 14 anos

17h – Picado Fino (1999), de Esteban Sapir, Argentina, 77 min., digital, 14 anos

19h – O Pântano (2001), de Lucrecia Martel, Argentina, França, Espanha, Japão, 103 min., digital, 14 anos

16 de dezembro (domingo)

15h – Uma Noiva Errante (2007), de Ana Katz, Argentina, 85 min., digital, 12 anos

17h – Histórias Mínimas (2002), de Carlos Sorín, Argentina, Espanha, 87 min., digital, Livre

19h – Las Acacias (2011), de Pablo Giorgelli, Argentina, Espanha, 96 min., digital, 12 anos

18 de dezembro (terça-feira)

15h – Lábios de Churrasco (1994), de Raúl Perrone, Argentina, 62 min., digital, 14 anos

16h30 – Apenas para Fumantes (2001), de Verónica Chen, Argentina, 91 min., digital, 16 anos

19h – La Salada (2014), de Juan Martín Hsu, Argentina, 91 min., digital, 14 anos

19 de dezembro (quarta-feira)

15h – Uma Noiva Errante (2007), de Ana Katz, Argentina, 85 min., digital, 12 anos

17h – O Pântano (2001), de Lucrecia Martel, Argentina, França, Espanha, Japão, 103 min., digital, 14 anos

19h – Debate Começar de novo: as múltiplas narrativas do cinema argentino, com a presença do roteirista Lucas Paraizo e da jornalista Mariana Dias.

20 de dezembro (quinta-feira)

15h – Sábado (2001), de Juan Villegas, Argentina, 72 min., digital, 14 anos

17h – Mundo Grua (1999), de Pablo Trapero, Argentina, 89 min., digital, Livre

19h – Bolívia (2001), de Adrián Caetano, Argentina, Holanda, 72 min., digital, 14 anos

21 de dezembro (sexta-feira)

15h – Apenas para Fumantes (2001), de Verónica Chen, Argentina, 91 min., digital, 16 anos

17h – Ana e os Outros (2006), de Celina Murga, Argentina, 80 min., digital, 12 anos

19h – Alanis (2017), de Anahí Berneri, Argentina, 82 min., digital, 16 anos, sessão comentada pela crítica Luiza Lusvarghi, membra do Elviras – Coletivo de Mulheres Críticas de Cinema.

22 de dezembro (sábado)

15h – Viva os Crotos! (1995), de Ana Poliak, Argentina, Espanha, Reino Unido, Cuba, 75 min., digital, 14 anos

17h – Pizza, Cerveja e Baseado (1998), de Bruno Stagnaro e Adrián Caetano, 78 min., digital, 16 anos

19h – Debate Disputas políticas em perspectiva: do Nuevo Cine Argentino e sua contemporaneidade, com a professora do Departamento de Letras da PUC-Rio Maria Celina Ibazeta e a Doutora em Ciências Políticas Tamiris Alves

23 de dezembro (domingo)

14h30 – Rapado (1992), de Martín Rejtman, Argentina, Holanda, 75 min., digital, 12 anos

16h – Histórias Extraordinárias (2008), de Mariano Llinás, Argentina, 253 min., digital, 14 anos

 

 

Serviço:

Mostra O Cinema argentino conta suas histórias mínimas

Local: CAIXA Cultural Rio de Janeiro – Cinema 2 (Endereço: Av. Almirante Barroso, 25, Centro – Metrô e VLT: Estação Carioca)

Data: de 11 a 23 de dezembro de 2018 (terça-feira a domingo)

Horários: Consultar programação

Informações: (21) 3980-3815

Ingressos: R$ 6,00 (inteira) e R$ 3,00 (meia). Além dos casos previstos em lei, clientes CAIXA pagam meia.

Bilheteria: terça-feira a domingo, das 13h às 20h

Duração: consultar programação

Classificação Indicativa: Consultar programação (Livre – 16 anos)

Capacidade: 80 lugares (mais 3 para cadeirantes)

Acesso para pessoas com deficiência

Patrocínio: CAIXA e Governo Federal

Hits: 83

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *