Charlie Brown Jr: os efeitos de guitarra usados entre 1997 e 2004

Charlie Brown Jr: os efeitos de guitarra usados entre 1997 e 2004

Like
284
0
quarta-feira, 06 março 2019
Culturall

Por Jorge Felipe Coelho – Na data de hoje, 6 de março de 2019, completam-se 6 anos que Alexandre Magno Abraão, conhecido como Chorão, saiu de cena. A overdose de cocaína, que matou o vocalista e letrista do Charlie Brown Jr (CBJR), apagou uma das luzes de referência do rock brasileiro. Isso justo na época em que Chorão tinha se acertado com Champignon e Marcão, trazendo os antigos membros originais de volta para o grupo.

Nas músicas que tanto ouvimos, as letras ora protestavam sobre as mazelas da sociedade, ora enalteciam valores como a amizade, o respeito ao próximo e o amor à vida. Chorão foi um ídolo à moda antiga que conseguia passar sua mensagem por meio de uma linguagem popular. Talvez tenha sido o último grande letrista do rock a tocar em rádios tradicionais e, nessa seara, sua banda era única, pois seu som era resultado de uma mistura de vários estilos como skate punk, rap rock, hardcore melódico, rap metal, rock alternativo, reggae, hardcore, ska, funk rock, nu metal etc.

A Rádio Cult FM presta uma pequena homenagem ao legado e obra deixada por Chorão com um vídeo interessante aos fãs do Charlie Brown Jr: Marcão, ex-guitarrista da banda, mostra guitarras antigas, amplificador, afinador, pedal whua whua, timbres, riffs e efeitos básicos que utilizou nas canções que foram imortalizadas nos álbuns gravados entre 1997 e 2004 com o grupo.

Ao longo da filmagem, o guitarrista mostra a guitarra fender que gravou todo o primeiro disco da sua antiga banda, a guitarra hammer que gravou o álbum “Preço curto, Prazo Longo”, além de riffs de músicas como O Preço, Zóio de Lula, Quebra-Mar e várias outras curiosidades. Vale à pena conferir:

Hits: 125

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *