Autoramas lança Libido, novo disco em que reforçam os primórdios do rock

Autoramas lança Libido, novo disco em que reforçam os primórdios do rock

1
833
1
terça-feira, 07 agosto 2018
Culturall

Por Ipitácio Oliveira – Quando surgiram no cenário carioca de bandas independentes do final dos anos de 1990, o grupo Autoramas já vinha recebendo elogios pelo seu estilo retrô adotado, que fazia uma alusão direta ao rock de garagem instrumental da década de 1960. O que parecia uma ideia fora do padrão do mercado da época, acabou dando certo.

Em Libido (CD/Vinil/Streaming e Cassete — HBB/ Soundflat Records), o quarteto mantém a mesma musicalidade de seus discos anteriores, sem muitas variações, prevalecendo o clima vintage em suas músicas. Não chega a ser uma banda parada no tempo, ou muito menos uma releitura de um estilo do passado, na verdade soa como uma homenagem a uma vertente pioneira do rock and roll underground.

Autoramas

Autoramas 2018

Há faixas poderosas como Ding Dong — essa com um videoclipe gravado com uma câmera que registra imagens em 360⁰ —, No Futuro e Eu Não Sei Mas Eu Não Sei (I Know But I Don’t Know) original do grupo Blondie (1978) que já foi regravada pela Gang 90 em 1983. Além de músicas como Sofas, armchairs and chairs entre outras, alternando entre o inglês e português.

O disco é pura diversão com as suas guitarras distorcidas, vocais com filtro de rádio antigo, jeitão low-fi e o clima de festa; para completar o pacote, há o sempre caprichado design na arte de seus álbuns, que aqui foi desenhada pelo alemão Julian Weber. E dessa geração 90, os Autoramas é o conjunto que soube desviar das constantes mudanças que o mercado musical sofre, sem precisar alterar a sua sonoridade oldschool, primando o conceito estético do qual se sustentam até hoje.

Autoramas

Autoramas – Libido

A atual formação da banda conta com Gabriel Thomaz (voz e guitarra), Érika Martins (voz, teclados, mini-guitarra e percussão), Jairo Fajer (baixo e vocal) e Fábio Lima (bateria), que são os artistas responsáveis por toda a farra sonora que houve em seu oitavo disco em mais de 20 anos de atividade.

E pelo que se percebe em Libido, não há nenhum vestígio de cansaço ou desgaste, mostrando que o conjunto ainda tem energia e criatividade de sobra. Mesmo não tendo os holofotes que merecem, os Autoramas seguem firme no caminho que escolheram.

Disco feito para ouvir em volume alto.

Clique aqui e visite o site oficial do Autoramas!

Hits: 751

One Comment

  1. Luck Veloso says:

    Acho o som do Autoramas muito interessante. Em termos instrumentais sempre foi muito rico, vou conferir o novo disco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *